Só falta você!

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A Internet É Uma Maravilha





Cara a Internet é demais! É possível fazer quase tudo, quase tudo mesmo. Escrever sobre qualquer coisa como estou fazendo agora, aprender várias coisas como tocar um instrumento musical, um idioma, pesquisar sobre o que quiser, baixar qualquer tipo de arquivo, enfim, há uma infinidade de coisas que podem ser feitas, pois existe uma liberdade. 

Já no mundo real é bem diferente, estamos sempre limitados, seja por causa de inferioridade financeira, não temos acesso à muitas coisas. Agora na Internet não! Somos livres, porque não adianta "eles" tentarem "limitar" a net, pois nunca irão conseguir(hahaha)!!

Por exemplo, enquanto eu escrevo estou baixando um filminho de cartaz, diga-se de passagem, porque não tenho grana para assistir no cine. Tá vendo, eu acesso a cultura através da internet e ninguém pode me impedir!

Agora, supondo que a internet não existisse, eu teria de esperar um tempão até conseguir grana para assistir o mesmo, se sobrasse. Porém com a internet assisto ao filme na tranquilidade de casa mesmo e não pago nada a mais por isso, podendo usar o dinheiro que gastaria no cinema para outra coisa. Viu só que vantagem!

É claro que este é um exemplo simples, na net dá pra se fazer tudo, é sem hipocrisia um ambiente democrático. Em contraste com o cenário político que enchem a boca para falar: "O Brasil é um país democrático". Aonde? Experimente fazer um protesto, você vai levar bala de borracha, gás de pimenta na cara, cacetada da polícia à quem deveria nos "proteger", saca o absurdo? Eles fazem exatamente o contrário. Tudo isso apenas por tentar melhorar aquilo que está errado através de manifestações DEMOCRÁTICAS! 

Vem cá, imagine se além de tudo isso ela fosse gratuita, claro, uma vez que não se paga pelo sinal de rádio e televisão. Por quê deveríamos pagar pelo sinal de internet? Quem sabe um dia...

É isso aí!
Espero que tenham gostado.


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...