Só falta você!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Bomba Burocrática



Ahh, a burocracia! É incrível como ela existe em qualquer parte, em qualquer sentido, parece até que gostam dela, aliás, gostam realmente dela, pois não é possível que as coisas estejam desse jeito sendo que os homens não gostem de burocracia.


Um exemplo claro seria a ECÔNOMIA, que pode ser definida por uma ou no máximo duas palavras que é/são: BUROCRACIA que é óbvio, por ser repleta de informações, cálculos, etc... Bem os homens adoram isso tudo porque eles se acham muito inteligentes e a prática de tal atividade sustenta suas "vaidades" que para eles são intelectuais, mas que na realidade não passa de uma volúpia. Já a BOMBA BUROCRÁTICA trato como a economia como um todo, ou seja, a chamada globalização, o comércio que se dá entre os países burocratas, então imagine o que é um mundaréu de dados de um só país; Agora imagine vários países com seus complexos dados econômicos juntos; Forma-se uma bomba burocrática!


Muito bem, a tão comentada voluptuosamente economia é mais graves delas, mas existem várias outras como já comentei em um post anterior("As Leis Do Bom Senso") que são exatamente as "leis" que através de seus códigos, tratados, acordos e etc... Atropelam o bom senso que deveria valer e acabam por dificultar a vida das pessoas. Ela é tão ridícula que para que serve uma certidão de óbito? Para comprovar que uma pessoa está morta!? Será que se eu falar que alguém está morto não é suficiente? É ridículo, a burocracia do homem que se acha tão inteligente revela o quão estúpido ele pode ser.


O fato é que sentimos tudo isso na prática de nossos cotidianos, e isso não é nada bom, é péssimo, faz nos passar por constrangimentos, perder oportunidades, dores de cabeça, trabalho para quem já o tem e etc.


Mas os homens apreciam tudo isso, depois choramingam com as reviravoltas que se dão neste burocrático sistema econômico, é claro que alguém vai perder em um JOGO DE PERDER E GANHAR. 


A verdade também é que a economia interessa aos detentores do capital(RICOS), é como uma brincadeira para eles, é assim que funciona o mundo deles, mas não significa que o nosso mundo deve ser assim. E ainda existe quem diz ser impossível viver sem economia, mas eu pergunto: É possível viver em mundo como este, cheio de miséria?


Não interessa se um banco faliu ou uma empresa qualquer, ou qual é a cotação do Dólar, o que nos interessa é viver em mundo justo, que pelo menos não nos falte o que comer.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...