Só falta você!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

O Ato de Criar





O ato de criar qualquer coisa que seja pode ser considerado uma bênção. Se refletires sobre a criação, perceberá o quão incrível é este feito. Todas as coisas que nos cercam como a natureza sendo esta uma criação divina e as outras criações aparentemente humanas tais como objetos dos mais variados sentidos que vão da utilidade como as ferramentas até à algo mais artístico como uma pintura, músicas e etc, e que fazem parte de nossas vidas do início ao fim, são coisas que um dia foram criadas por pessoas como nós.


Até então tudo muito lindo, porém ao longo de nossas vidas testemunhamos inventos que não dão muito certo, posso citar como exemplo o avião que em seu intuito de criação era maravilhoso por ser algo extremamente novo e desafiador, para os mais pessimistas seria impossível de se chegar a realizar um projeto como esse, e que infelizmente culminou no suicídio do seu criador Alberto Santos Dumont que viu sua invenção sendo usada como arma nas guerras, eis uma invenção que acabara em tragédia. Então, esta partícula da história é uma demonstração clara de que sempre ao criarmos algo temos de ser cautelosos por isso, ou seja, temos de ter o devido cuidado de ter consciência que todas invenções sofrem a possibilidade de cair em mãos erradas e passarem à ser perigosas.


Também quando se fala em criação, lembra-se de criador, então afinal o que faz que alguma pessoa projete, crie, que tenha uma ideia aparentemente nova? Bem, digo aparentemente nova, pois para começar não acredito que nada possa ser completamente  novo. Eu acredito em primeiro lugar que todos nós temos a mesma capacidade de criação para as coisas, mas existem uma série de fatores que contribuem para o desenvolvimento desta, ou seja, a pessoa nasce com a capacidade, mas necessita de ser lapidada, e isso só se dá através de treinamentos específicos dependendo de cada área, de qualquer forma tenha em mente de que todos nós temos condições de criar somente por sermos seres humanos, inclusive acreditamos que exista um criador do universo e de todas as coisas existentes, ao qual nos referimos Deus, logo a ato da criação nos aproxima ainda mais de Deus, não digo no sentido de se igualar à ele, isto é impossível, mas eu acredito que as ideias são infinitas, uma leva à outra, e todas elas já existem em uma dimensão inacessível aos seres humanos, mas que de uma forma especial chega à alguém, então para mim não existem méritos para a criação, nada se inventa tudo se copia, nenhuma pessoa é capaz de inventar nada, nós somos apenas meros interpretadores das ideias que vem de outro lugar, ocorre algo como se fosse uma "mediunidade das ideias".


Independentemente se esta teoria for real ou não, pessoalmente, eu adoro estas palavras: criação, projetos, enfim, pois elas me lembram de estar vivo, a sensação que dá é de que ao criarmos qualquer coisa que seja estamos fazendo algo, nos mexendo, nos explorando, tudo isso é criar.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...