Só falta você!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O Noticiário Parece Ser Sempre O Mesmo





Acompanhando o noticiário tenho a leve impressão de que ele é sempre o mesmo, ou seja, as notícias podem variar de nomes, lugares, números e etc. Mas o seu embasamento é sempre o mesmo, que são basicamente os crimes tais como: homicídios, roubo, corrupção... Então, eu me pergunto: será que está sendo feito algo para mudar esta realidade constante e tão corriqueira? Bem, ao que me parece, não! Já que as coisas não mudam.


Não só se tratando de crimes, os noticiários trazem consigo informações junto à economia, que também segue uma linha de acontecimentos, como as crises financeiras que acontecem em vários países do mundo, cotações de moedas... Enfim, se formos analisar superficialmente o noticiário é sempre o mesmo.


Tudo isso é uma pura demonstração de que algo precisa ser feito não somente quanto aos crimes que normalmente são exibidos nas mídias, mas também para quê se importar tanto com a economia, se existem milhões de pessoas que passam fome no mundo? De nada adianta tanta preocupação relativa as essas informações se a situação não melhora, nada muda nas pessoas.


O jornalismo é adaptativo, não quero dizer aqui que ele não é bom, muito pelo contrário o jornalismo é de fundamental relevância e não é culpa dos jornalistas as más notícias que tem de ser veiculadas. Porém, o que critico é a falta do seu uso, se recebemos uma determinada notícia geralmente não fazemos nada com ela, é como se não à tivéssemos recebida, daí vamos sentar à mesa para jantar normalmente e segue a vida. Quer dizer, apesar das notícias não mudamos nada em nós até que aconteça com a gente e também não procuramos mudar nada acerca do mundo.

2 comentários:

  1. Olá Anselmo,

    Sim, “o noticiário parece ser sempre o mesmo”. E sempre repleto de crimes – pessoais, coletivos, econômicos, ambientais etc – e das mais variadas espécies de desgraças. E continuará sendo assim até quando cada um de nós se dispuser a fazer alguma coisa para mudar a realidade mostrada no noticiário. Gosto muito das seguintes palavras de Moshe Feldenkrais:

    “Pense nisso: O que fazemos conosco agora é o mais importante para o amanhã. Se não fizermos nada para mudar nossa atitude e o nosso modo de atuar, amanhã parecerá ontem, exceto pela data”.

    Um abraço,
    Guedes

    ResponderExcluir
  2. Anselmo, você tem toda razão. Não há nada de novo, é sempre tudo o mais do mesmo. São as mesmas notícias, as mesmas situações e tudo continua estagnado, nada muda. A única coisa que podemos fazer é lamentar.
    A impremsa tem um poder que não sabe como usar.

    Abs!

    ResponderExcluir

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...