Só falta você!

sábado, 1 de outubro de 2011

A Massa



Tudo gira em torno da quantidade, observe que as coisas sempre são baseadas na denominada "massa", ou popularmente falando "povo".

Apesar de toda importância que a massa possui, ela não é tão valorizada como deveria, na verdade o que ocorre é uma oscilação quanto à sua relevância, que varia de nada à tudo aos olhos dela própria ou de um indivíduo que esteja "isolado" da categoria. Por exemplo para acontecer um evento de grande porte, primeiro somente a massa que será capaz de contruí-lo, exatamente pelo fato de ser de grande porte, e segundo para que ele tenha grandes repercussões, é preciso que a massa entre em ação novamente, só que desta vez para assisti-lo, sendo que para ser de grande repercussão somente a massa poderá fazê-lo. Agora você tem noção do que representa o poder da massa?


Na realidade todos nós sem exceção compomos a massa, queira ou não queira, mas a massa pode digamos "exilar" involuntariamente uma pessoa, dando-lhe poder, ou seja, basta que a massa pense equivocadamente que um indivíduo esteja acima dela para este de fato estar. Isto é uma pequena demonstração do poder que a massa possui.


Além de escolherem comandantes para se rebaixarem, a massa é capaz de guiar a história toda, pois ela é a maioria absoluta. Porém, ocorre que ela é uma vítima inconsciente dela mesma, que não sabe se unir e dificilmente conseguirá um dia. O fator chave que coopera com a inconsciência do povo vem das chefias, os indivíduos que inicialmente receberam o poder da própria massa, para se manterem lá ou pelo menos para manterem a ideia de chefia, basta que eles utilizem somente um meio de ação, que é estupidificar em massa, e isto vem da educação, que eles têm o poder de controlar, está aí a explicação para a falta de investimentos na área educacional.


Uma coisa é certa! Os indivíduos do poder têm a total consciência disto, que não passa de um plano cruel e covarde. Eles temem um dia que a população descubra este plano, e se revoltem contra eles. Na verdade as pessoas integrantes da massa como eu, que descobrem este plano ainda são frágeis, pois além de estarem também submissos aos poderes desses indivíduos, elas são poucas, não sendo capazes de formarem uma massa propriamente dita, não passando de grupelhos que são conscientes, mas são pequenos e isolados.


É por isso que tudo se resume na questão da massa, é tudo isto que faz do povo um objeto de muita cobiça, pois ele é o poder, que uma vez dominado tem-se o poder dominado, exemplos de competição por ele não faltam, as religiões estão disputando por fiéis, a imprensa para vender suas mídias, o comércio em geral para vender seus produtos, as indústrias como a automotiva que fabrica sem parar novos veículos afim de vendê-los de modo massivo. Já se perguntou por exemplo o que faz do petróleo tão importante? A resposta é a massa, pois é ela quem vai consumi-lo, e os homens que retiram o derivado que vão lucrar com a venda para ela.


Pode-se concluir que a massa é muito disputada por dois motivos, primeiro pelo poder de comando que ela representa, e depois pelas fortunas que ela pode lhe render.


Então meu amigo, a massa é tudo! Porém não é nada para ela mesma.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...