Só falta você!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Um Paralelo entre Admiração e Idolatria





Existe um contraste escomunal entre admiração e idolatria, embora sejam semelhantes no que diz respeito à sua incumbência. Mas é importante saber discernir uma coisa da outra.


A começar pela idolatria, ela é um amor exagerado, somente por isto já poderíamos concluir que idolatrar é um ato equivocado. Não obstante, idolatrar é muito trivial entre as pessoas, compreendo que todos carecemos de ídolos, pois eles são uma fonte de vida para nós, servindo de exemplos... Mas mesmo assim não devemos idolatrar a nenhum homem. Afinal, nenhum homem é suficientemente digno de idolatria, o que nos torna iguais são os erros que cometemos, então por que uma pessoa tão incorreta como todos os outros deve receber a suprema devoção, homem algum merecerá tal devoção.


Idolatrar é um ato de alta gravidade por quem o pratica e para quem é praticado, pois a pessoa que o pratica deixa a sua própria vida para segundo plano, e passa a viver a vida de outras pessoas, que ela mal conhece e também nem será reconhecida, isto é horrível! Sem esquecer que os idólatras oferecem risco para os idolatrados, como foi o caso do assassinato de John Lennon, sendo o assassino um fã do próprio John Lennon. A idolatria é uma loucura, é perigosa, pois ela cega as pessoas.


Ainda há os narcisistas, que idolatram a si próprios, o que não foge a regra, já que somos todos meros seres destinados aos erros.


Por outro lado existe a admiração, o apreço, enfim... Pessoas admiráveis existem aos montes, e muitas delas não recebem o devido reconhecimento. Todavia, a admiração é completamente viável, pois admirar é reconhecer, é respeitar, nela não existe os exageros da banal idolatria, e mesmo que nós sejamos errados, nós ainda podemos nos esforçar a sermos melhores, e isto é admirável.


Eu por exemplo já deixei claro várias vezes que a pessoa que mais admiro entre todos os seres humanos que já existiram é de longe Sócrates, mas apesar disto eu não sou capaz de idolatrá-lo, pois é como acabo de dizer, ele é somente um ser humano como eu, como você, como qualquer outra pessoa, porém ainda assim o admiro pelo homem que foi, e utilizo desta admiração como fonte de inspiração para minha vida.


Por fim, o único ser merecedor de amor aos exageros é o Criador! Deus! Só Ele está acima de todos nós. Deus é ímpar, o único ídolo existente.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...