Só falta você!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Minha apologia de Sócrates





Bem, depois da apologia de Sócrates escrita por um de seus discípulos Platão, apresento aqui minha própria apologia de Sócrates, é evidente que não conheci Sócrates, não testemunhei nenhuma de suas façanhas que fácil e espontaneamente eram postas a apreciação. Contudo, infelizmente não pude conhecer simplesmente o ser humano mais interessante que esta terra já produziu.

Mas, apesar de não o ter conhecido pessoalmente, o conheci através da literatura. Um homem absolutamente incrível, tão incrível que nem se quer escreveu uma palavra, tudo que há de literário sobre Sócrates foram escritos pelos seus discípulos. A pergunta é: como uma pessoa que não registrou nada garantiu uma reputação tão grandiosa? Simples! Sócrates era um gênio sem igual, então foi isso que garantiu a Sócrates tantos discípulos que se dedicaram totalmente a ele, registrando por vontade própria os seus ricos diálogos e pensamentos.

Agora o que me faz contemplar Sócrates é que ele consegue ter uma simplicidade única e ao mesmo uma genialidade também única. Sócrates era uma pessoa de inteligência normal, mas ele tinha um item imprescindível para um indivíduo inovador que era exatamente a sua sabedoria, ele pensava diferente dos demais. Sócrates foi acima de tudo um revolucionário, com sua nova maneira de pensar ele transformou a forma de pensar do mundo inteiro. Sócrates a princípio não acreditou que era o homem mais sábio do mundo, foi por isso que saiu em busca das pessoas retratadas como sábias da época, tais como os poetas. Ocorreu nas entrevistas de Sócrates com os poetas muita decepção por parte do próprio Sócrates, pois quando ele indagava os poetas sobre suas obras percebia pouca essência vinda dos autores, enquanto o contrário acontecia com os leitores destes poetas, que estes sim tinham tiravam das obras coisas das quais os poetas não imaginavam. Então, mais uma vez Sócrates teve de concordar com o fato de ser o homem mais sábio do mundo. Não obstante nas andanças de Sócrates, com esta fundamental lição que acabara de aprender, ele passou a procurar por provar aos escravos da época que eles eram capazes tão quão seus donos de exercer quaisquer tipos de tarefas como a política, mas frustradamente os escravos não acreditavam.


Depois de comprovado por ele mesmo, que ele era o homem mais sábio do mundo mais do que nunca Sócrates engendrou ainda mais sua sabedoria passando horas e horas do dia filosofando sozinho.

Uma pitada de Sócrates:

"Só sei que nada sei", "Conhece-te a ti mesmo", "Aquilo que não puderes controlar, não ordenes", "Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância", "Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida", "Aquele a quem a palavra não educar, também o pau não educará", "O que deve caracterizar a juventude é a modéstia, o pudor, o amor, a moderação, a dedicação, a diligência, a justiça, a educação. São estas as virtudes que devem formar o seu caráter.", "O verdadeiro conhecimento vem de dentro.", "Pois bem, é hora de ir: eu para morrer, e vós para viver. Quem de nós irá para o melhor é obscuro a todos, menos a Deus."

É preciso falar mais alguma coisa? Sócrates era o "cara".

Quando lemos Sócrates sente-se a sensação de que trata-se de um homem contemporâneo, ou seja, que viveu até pouco tempo atrás, coisa de alguns anos. Na realidade, Sócrates é de 470 a.c., uma época muito remota do mundo, e este fato aumenta ainda mais as virtudes de Sócrates, como explicar que um homem de uma época tão escassa de conhecimento que possuía tamanha genialidade e hoje mesmo com todo o conhecimento que o mundo já adquiriu ainda não surgiu uma pessoa tão incrível quanto?

É como sempre venho dizendo: não sou fanático por nada pertencente aos homens. Tenho total consciência que Sócrates era um ser humano, cujos defeitos lhe são naturais. Mas é fato que Sócrates foi a personalidade mais importante da história da humanidade, o cara fundou a filosofia, dividiu-a em duas partes a pré e a pós-socrática, que por sua vez esta mudou o mundo completamente, dando-lhe a forma que ele tem hoje. 

Também há controvérsias quanto a criação da filosofia, pois existiram grandes filósofos pré-socráticos, como por exemplo o chinês Confúcio e o grego Tales de Mileto que é o primeiro filósofo ocidental que se tem conhecimento. Mas Sócrates foi o primeiro filósofo nascido em Atenas, e ele foi quem aperfeiçoou a filosofia.

Sócrates era um líder completo, ele não caiu em tentação, era um homem honrado, preferiu morrer a fugir da sua verdadeira identidade.

Enfim, eu poderia falar e continuar falando de Sócrates durante um tempo indefinido, mas paro por aqui minha pequena homenagem ao grande Sócrates, simplesmente o homem mais incrível da história da humanidade, incomparável com qualquer outra pessoa. É uma pena que nem todos saibam quem foi Sócrates. Procure saber mais sobre este que foi o gênio dos gênios.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...