Só falta você!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Os Livros Sagrados





Não é um dos meus temas favoritos as religiões, mas vou tratar neste texto da existência dos livros sagrados peculiares às religiões.


Ocorre que cada dogma possui um livro, um "manual", pois este representa na teoria os princípios doutrinários do mesmo. Bem, o fato é que qualquer religião é uma mera criação humana, e tudo em que o homem toca é ruim e bom. Portanto sem fugir a regra a religião, bem como seus manuais doutrinários possuem erros morais e contradições, cujas características são originárias dos indivíduos que as criaram.


Então, devemos estar sempre de olhos atentos ao que qualquer homem faz, não digo que temos de ser preconceituosos, mas eu diria que temos de ser mais cautelosos, incrédulos, isto é, não acreditar logo de cara no que nos é servido.


Outro grande equívoco que é popular no mundo ocidental é que acredita-se invariavelmente que só existe uma bíblia no mundo. Ou seja, não somente os devotos do cristianismo, mas também os mais leigos acreditam que a bíblia cristã representa a verdade. Porém não existe nenhuma prova existente para tais fatos bíblicos, as histórias bíblicas na verdade são parábolas, muito embora são válidas pois trazem consigo muita sabedoria, mas apenas sabedoria e não a evidência.


Já no lado oriental a coisa muda de figura, lá não predomina a bíblia cristã, mas a religião mais forte presente neste lugar é o islã, contudo a bíblia oriental pode ser considerada o alcorão. Enfim, existem intermináveis religiões pelo mundo, e cada uma delas com suas contradições que desmascaram suas parábolas, e suas conservações que revelam seu autoritarismo que não acompanham a evolução natural do mundo.


Por fim, se tratando da bíblia ocidental ou oriental não existe diferença considerável, ambas possuem seus erros, pois foram homens que as criaram.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...