Só falta você!

sábado, 26 de novembro de 2011

Teoria das Possibilidades



Parece-me que para ser um verdadeiro filósofo é necessário que se tenha ao menos uma teoria formada, assim como para ser escritor é preciso ter pelo menos um romance criado, enfim... Bem, pois que vamos a minha teoria filosófica...

Embora minha teoria seja muito parecida com a famosa Teoria das Ideias de Platão, na verdade elas são semelhantes, pois têm a mesma base, então digamos que minha teoria é mais ampla que a de Platão.

Bom, a Teoria das Ideias de Platão diz que para tudo que há na natureza já existe em outro mundo, então os animais do nosso mundo por exemplo são na verdade meras cópias do mundo real, isto é, o mundo das ideias. Conclui-se que para o cavalo existir em nosso mundo deve haver antes a ideia de cavalo no mundo real.

Então, aí entra minha teoria que concorda que já exista a ideia das coisas físicas, embora  para mim as ideias das coisas não estejam necessariamente em um mundo externo. Bem, já a minha teoria é como a de Platão neste sentido, só que ela se amplia para todas as possibilidades, daí o nome Teoria das Possibilidades. Isto quer dizer que já existe não somente as ideias das coisas tangíveis como os reinos animal e vegetal, mas também acredito que isto vale até para os pensamentos. Ou seja, o ser humano quando pensa, na verdade ele está reproduzindo um pensamento possível, sendo que todos os pensamentos possíveis só são possíveis por existirem previamente. Portanto, logo conclui-se que o ser humano não inventa nada. É tudo uma questão de reprodução daquilo que pode vir a existir, quero dizer que as pessoas quando por exemplo pintam quadros, compõem músicas, romances e etc... Elas na verdade estão passando por um processo de recebimento de novas ideias, como se fosse uma dádiva. 

Esta teoria é importante, pois demonstra que as pessoas na realidade não possuem méritos por suas supostas "criações", o conceito de criação humana é ilusão, ninguém pode inventar algo que não exista, que não seja possível. 

Tudo que vemos "criados" por alguém como a roda, uma máquina qualquer... São coisas pertencentes digamos ao "mundo das possibilidades" do qual é governado por Deus o verdadeiro dono das criações.

Isto vale para absolutamente quaisquer formas de pensamentos, pois tudo que é pensável deve passar antes pelo "mundo das possibilidades". A partir de tudo isso é possível afirmar que tudo o que você já imaginou e que ainda vai imaginar é originalmente relativo ao mundo das possibilidades, inclusive esta teoria que acaba de ler.

3 comentários:

  1. Concordo com sua teoria,inclusive tem um versículo na bíblia que diz: Tudo é possível ao que crê.
    Acredito (pelo menos me esforço) em tudo que é bom, em gênesis no capítulo 1 diz que tudo que Deus criou é bom, e realmente é! Todos nós sabemos que existem coisas boas, embora, infelizmente, algumas pessoas queiram ser pessimistas e ver só lado ruim das coisas,porque na visão delas é bem mais fácil. Não acredito num Deus que nos force a acreditar Nele (bíblia), mas num Deus que nos ama e que deseja que desfrutemos de tudo que é bom! Pensando no que é bom, minha vida se tornou muito melhor!

    ResponderExcluir
  2. Olá a tempos não visitava seu blog,achei muito interessante sua teoria me fez lembrar os sete principios herméticos.Voltarei depois para ler seus outros posts.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. "Parece-me que para ser um verdadeiro filósofo é necessário que se tenha ao menos uma teoria formada, assim como para ser escritor é preciso ter pelo menos um romance criado, enfim..."

    Cara, por um momento eu achei que EU tinha escrito isso.
    Parabéns, gostei do blog.

    ResponderExcluir

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...