Só falta você!

sábado, 24 de dezembro de 2011

O Amor





É difícil expressar qualquer sentimento em palavras, ainda mais um sentimento tão grandioso quanto o amor. Mas de qualquer forma vou tentar ao menos falar sobre as suas vertentes.


O amor não se limita ao sexo oposto, na realidade ele é muito mais do que isso. Existem várias modalidades de amor, inclusive fala-se muito a respeito do amor ágape, que seria uma espécie de amor puro, que não exige retribuição, mas o que eu penso de amor é exatamente isso. Daí fica claro que o verdadeiro amor não é simples, admito a dificuldade que é por exemplo amar quem não nos ama, e pior ainda os que nos odeiam. Porém, está é a maior demonstração de amor possível, ou seja, amar quem nos odeia.


O verdadeiro amor não têm preconceitos, ele se estende a quaisquer seres, humanos ou animais. Não pense ser um exagero amar os animais, pois eles também podem nos amar, então a pergunta é por que não podemos amar quem nos ama? Mas lembre-se ame quem tem capacidade de amar, e não coisas como objetos.


O amor é pessoal, cada um ama do seu jeito, não existe um manual que possamos consultar e saber como amar, mas eu defendo a ideia de espalhar o amor, pois só geram benefícios para si e para os outros. Independente de não haver formas pré-definidas para se amar, posso lhe dizer que não retraia todo amor para dentro de si, distribua-o das formas mais diversas possíveis como dizer eu te amo paras as pessoas que você ama, não deixe isso pra depois.


Um coração quando ocupado por sentimentos de amor não dá espaço para sentimentos ruins, portanto o amor também funciona como um filtro.


Bem, é fato que o mundo atravessa uma crise moral, e infelizmente não para por aí. Da mesma forma que o mundo carece de moral, o mundo também sofre com a ausência de amor. Falta amor um pelo outro, e isso explica tamanha violência, brutalidade, grosseria e desumanidade entre as pessoas. Tudo isso se dá devido a falta de amor do indivíduo com ele mesmo, isto é, quem não ama a si próprio não pode amar mais ninguém.


Também temos de respeitar uma "ordem" para amar, sendo que o amor começa por você mesmo, é impossível amar alguém sem antes amar a si próprio. Primeiramente ame a você mesmo, e depois fica fácil passar adiante a mesma paixão que você tem por si para os outros. 


O amor é o poder supremo, nada pode ser mais importante do que ele. O amor é a maior fonte de vida existente, ele é quem faz cada pessoa mover-se todos os dias.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...