Só falta você!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Nosso Tempo





A vida é passageira, por vezes queremos ver o tempo passar rápido, outras vezes queremos que demore a passar, mas independente de qual seja a vontade o tempo custará sempre o mesmo.


Se a vida é efêmera ela também é adversária do tempo. Isto é, costumo dizer que a vida trata-se de uma corrida contra tempo, este é o nosso maior adversário, ou seja, se não aproveitarmos nosso tempo ele se dissipará sem restar tempo de percebermos.


Então, a principal pergunta é: Será que estamos aproveitando nosso tempo? Ou melhor, será que estamos valorizando nosso tempo?


Em primeiro lugar devemos valorizar o nosso tempo, isso também significa que estamos valorizando a nós mesmos, a nossa existência. Portanto, não perca tempo com coisas inúteis, estúpidas, saiba discernir a perda do ganho de tempo. Depois, podemos procurar por otimizar o uso do tempo ao máximo possível, e a melhor forma de fazer isso é evitar a ociosidade. Sempre que houver oportunidade, tente fazer várias coisas ao mesmo tempo, salvo que dependendo do que se esteja fazendo como dirigir um veículo por exemplo não é aconselhável que se faça outra atividade além de dirigir, mas neste exemplo você ainda pode pensar, ou seja, planejar algo enquanto dirige.


Muitas pessoas reclamam da falta de tempo, porém se analisarmos, essas pessoas não sabem organizar o seu tempo, se lhe falta tempo com certeza você tem culpa por não saber organizá-lo da melhor maneira. A solução é estudar as prioridades e se necessário deixar de fazer as atividades menos importantes.


É lamentável ver que certas pessoas não valorizam o seu tempo, fazendo coisas tão inúteis. Essas pessoas que não valorizam o seu tempo não podem valorizar a si mesmas.


Veja o que você já fez, o que você está fazendo, e ainda o que pretende fazer, a partir daí pense se está mesmo aproveitando seu tempo aqui que pode ser único, logo não deixe pra depois o que você pode fazer agora. Aconselho que você viva cada minuto como se fosse o último, segundo esta forma você se obrigará a aproveitar o seu tempo.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...