Só falta você!

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Deus é uma questão de otimismo



Afinal de contas, o que nos leva a crer em sobrenaturalidade? Bem, é fato que as razões científicas não nos cativa a desenvolver a crença num ser superior e criador de tudo aquilo que existe.


O contraponto dessa história é que uma vida sem fé torna-se extenuante. Veja, se é ou não é racional acreditar em Deus, crê-lo ao menos deve ser sábio, pois a filosofia do sobrenaturalismo acarreta vários benefícios ao indivíduo, tais como: o conforto, visto que do ponto de vista teísta sabemos que os nossos sacrifícios são vigiados o tempo todo,  por consequência disso nos aliviamos ao menos por saber que alguém está olhando para nossas atitudes. Outra vantagem e talvez a principal delas, é o otimismo, pois este elemento aí, é capaz de levantar qualquer indivíduo, por mais aflitiva que seja a sua situação. Contudo, podemos considerar Deus por si só, já uma questão de otimismo.

A metafísica de Deus é auxiliadora. E para os mais receosos, digo que crer em Deus não arranca pedaço, tampouco é sacrificial. Portanto, a única certeza que tenho na vida é que eu nunca serei ateu.


Deus é irrepresentável, portanto, associa-lo a uma religião é um grande equívoco, pois nenhuma religião tem o poder de falar por Ele. Deus, se for para ser, ele tem de ser pessoal, exclusivamente seu. É preciso que cada um vá em busca do sentimento que Deus tem acerca de você, e o caminho para descobri-lo está dentro de si mesmo, de seu âmago.


Diversas vezes fui indagado com a seguinte questão: "Se Deus existe qual a garantia que ele é bom?". Muito simples responder a essa pergunta. Bem, se ele fosse mau ele não lhe concederia vida, ademais, não se esqueça de que você só conjectura algo, como o jaez de Deus, graças ao livre-arbítrio que lhe foi dadivado.

Agora se eu creio milagre? É óbvio que sim. Pois a vida é a maior prova de milagre. Basta imaginar quantos indivíduos poderiam estar em seu lugar neste momento.


Se Deus é uma questão de otimismo, não crê-lo é uma opção puramente pessimista, adotada pelos racionalistas que acabam levando esta doutrina ao pé da letra. É isso, deixar de crer em Deus é mormente um exagero.


Muitos ainda atribuem a evolução das espécies, dentre elas a nossa, como um álibi crucial para a descrença, o que chega a ser grotesco. Visto que um fato não se sobrepõe ao outro. Será que é difícil conceber a ideia de que só evoluímos porque Deus quis assim?


Enfim, eu aconselho a todos que creiam. Seja qual for a variedade dos deuses, tenho certeza de que o simples fato de já crer em um, representa um avanço rumo à um mundo melhor.

7 comentários:

  1. oi... tudo bem!? Ando sumidona... mas, tentando voltar ao normal! hahah...

    Olha, eu já falei sobre essa questão em meu blog. Eu nem sei dizer se o que acredito é chamado de deus. Já deixei de tentar dar nome há muito tempo. Apenas sinto...

    Vc pontuou no final que acreditar em um deus é um avanço para um mundo melhor. Bem, meu marido não acredita em deus, Anselmo. Ele é um bom homem, bom pai, bom marido, bom filho, bom amigo e faz de tudo para que as coisas ao seu redor aconteçam da melhor maneira possível... penso que para termos um mundo melhor independe de crença em um ser supremo. Mas, claro, é só uma opinião minha, diante do que vivencio.

    bjks JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo,

    Tudo bem? Boa tarde! o seu texto é instigante, mas com muitas reflexões sobre a divindade. Como te falei anteriormente, não sei viver sem Deus, não por medo ou temor, mas por fé.

    Beijos e parabéns!

    Lu

    ResponderExcluir
  3. Oi Anselmo!

    Estive a ler o teu post e dou-te os meus Parabéns, está muito bem escrito.

    Eu acredito em Deus, mas não tenho religião. Na minha experiência, Deus é tudo. O que se vê e não se vê, Ele é uma energia poderosa. Ele é O TODO, o UNIVERSO infinito.

    Acredito em Milagres, recentemente, passei por um, pois estive muito perto da morte, ou seja estive quase a deixar o corpo e voltar para casa.

    Um abraço,

    Cris Henriques

    ResponderExcluir
  4. Anselmo, tudo bem?
    Você escreve bem mesmo, ou é só minha impressão? :)
    Brincadeirinha... rsrs
    É que recém é o segundo post teu que leio e estou gostando muito do teu texto.

    Pois é, tem gente que não acredita em Deus; mas fico aqui pensando que Deus ou um mito superior, uma divindade, entidade, como queira... é uma crença quase intrínseca do ser humano, é quase uma necessidade vital do homem se agarrar nessa possibilidade.
    Tem gente que diz que não acredita, e me lembrei de um trecho do Mário Quintana, mais ou menos assim, que 'sobrenatural mesmo é o ateu'. Porque se formos parar para pensar, é quase impossível não acreditar em um Deus.
    Mas é bom respeitar quem não acredita, claro.

    Obrigada pelo comentário por lá, adorei! E também por colocar meu blog no teus 'recomendáveis',já vou colocar o teu por lá!

    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  5. Olá Anselmo.
    Primeiro, obrigada por ter apreciado meu blog. Segundo...é, escrever não é tão fácil quanto parece. Embora seja algo que gostamos e que nos faz sentir bem tem momentos que é difícil colocar nossos sentimentos e idéias em palavras escritas. E ás vezes ocorre que começamos a escrever sem parar e quando vemos fizemos um grande avanço em nossos projetos literários.
    Espero poder contar com sua presença e comentários no meu blog outras vezes...já te sigo também.

    Sobre seu texto...simplesmente concordo totalmente com seu ponto de vista porque é muito parecido com o meu também...não sigo qualquer religião porém creio no conceito de Deus.

    "Deus é irrepresentável, portanto, associa-lo a uma religião é um grande equívoco, pois nenhuma religião tem o poder de falar por Ele."

    Nessa frase, vc explicou tudo o que eu sempre tento dizer ás pessoas quando me indagam.
    Gostaria depo der trocar idéia contigo á partir de agora.

    abs!

    ResponderExcluir
  6. gostei muito desse site,se vc quiser eu ate divulgo

    da uma passadinha no meu blog???
    vdicass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde, Anselmo.
    Não creio em Deus, acho que criamos essa entidade porque temos medo de assumir que estamos sozinhos e somos donos do próprio nariz.
    Como diz a Joicy, ser ateu não torna ninguém melhor ou pior, todas as pessoas podem fazer coisas horríveis ou magníficas, independentemente de sua crença.
    Sobre a questão eterna de "quem criou a humanidade", eu aceito que ela jamais será respondida por nenhum ser humano.
    E a teoria da evolução é um fato, enquanto Deus é teoria.
    Abraço, Anselmo.

    ResponderExcluir

Não sou o "dono da verdade", portanto, estarei sempre disposto a ouvi-lo(a)...